Onde fã ativo detona bloqueio criativo!

7 Formas de fazer redesigns de marcas eficientes!

1.252

Fazer um bom redesign não é fácil; o cliente quer que você dê uma cara completamente nova a marca, mas não nova o suficiente para descaracterizá-la.

Isso porque Marcas são histórias; promessas; sentimentos e vááários outros fatores que se enraízam ao dos anos na mente de cada cliente.

Por isso muitas vezes é mais fácil fazer um logotipo do zero do que um redesign, que vem cheios de amarras da tradição. Mas vamos aprender agora como contornar isso:

Sempre busque a simplicidade (1)

O belo redesign da água Dasani! 1

Como afirma a grande Siegel + Gale, marcas simples sempre vencem.

O que é um tanto natural: não temos memória fotográfica, por isso todos nós esquecemos os detalhes e excessos que de nada servem.

Ao analisar seus logotipos ou layouts, pergunte-se se não há algo descartável (spoiler: quase sempre tem), e imediatamente delete tudo que puder. Eu seria até mais radical: eu deletaria sem sequer ponderar isso antes.

Frequentemente você notará que várias coisas não estão fazendo a menor diferença – assim como foi com o redesign da Dasani, que descartou bolha, degradês e outline que de nada serviam.

Aplique as tendências, mas não esqueça as tradições (2)

O redesign completo da tradicionalíssima Espinaler! 3

A não ser que você tenha um mega logo como a Coca-Cola ou a Nike, é bom que você atualize os traços as vezes – mas sempre com cautela!

Não importa se uma marca está ridiculamente velha e anacrônica, lembre-se que ela tem N anos de histórias e Y clientes – todos acostumados com o logo ruim, que em nada impacta a vida deles.

Por isso que seu redesign deve pegar o melhor que as tendências têm a oferecer*, mas nunca deve esquecer o que a marca já te deu – que é seu legado histórico, como visto no redesign da Espinaler:

Note que o logo dispensou a frase desnecessária, deu uma refinada sutil na tipografia e, é claro, deu uma bela atualizada na mascote da marca!

* Clique e veja as 9 Tendências de design de logotipos para os próximos anos

Mantenha as só cores mais importantes (3)

Redesign na NBA: Novo logo do Milwaukee Bucks! 1

redesign do Milwaukee Bucks é um dos meus favoritos, e isso se deve ao fato dele personificar bem todos os itens que te recomendei até agora!

O vermelho era bastante dispensável no caso dos Bucks; já o verde era totalmente valioso, por isso ele se manteve soberano na marca redesenhada.

Soberano, porém acompanhado do bege, que está alí para reforçá-lo e deixar os traços da mascote imponente do que nunca!

Melhore a legibilidade (4)

Redesign no restaurante SPUD Fish & Chips! 1
novo logotipo da Spud Fish & Chips é uma bela aula de como fazer redesign!

A tipografia anterior era datada e complexa, sendo possível ler “soud fush aud chips” por uma pessoa que não manja de inglês, por exemplo.

Ah, ao contrário do que parece, note que o nome da marca não mudou, tendo apenas ficado mais legível: o SPUD virou uma fonte display de facílima pregnância – já o Fish and Chips foi simplificado, indo à faixa abaixo do nome.

Note também que o “Since 1935” permanece, mas onde ele não atrapalha o que realmente interessa, que é o real nome da marca: SPUD!

Mantenha os Illuminatis por Perto (5)

Redesign DAQUELES! Novo logo para o Minneapolis Aquatennial! 1

A redesign acima é bem radical em relação a tudo que falei, né? Calma que você vai entender essa contradição agora:

Redesign DAQUELES! Novo logo para o Minneapolis Aquatennial! 3
nova identidade visual da Aquatennial é um simples desenho a primeira vista, mas que guarda segredos irresistíveis para quem se aprofunda.

Assim quem não conhece nada do Aquatennial aprecia um logotipo simples e encantador, mas os conhecedores decifram seus detalhes e se sentem pessoalmente tocados por cada traço.

É como o espaço negativo da Fedex ou Carrefour, só que com segredos muito mais sofisticados e emocionantes!

Mantenha o que a marca tinha de melhor (6)

Redesign do Instagram prova que a crise chegou para todo mundo! 4Definitivamente não gosto dessa patifaria que é o novo logotipo do Instagram, mas até essa piada tem algo a nos ensinar:

Foi pedido aos funcionários para que redesenhassem o logo de cabeça, e entre todos os detalhes perdidos (vide item 1), sempre restava o desenho da camerazinha que vemos no outline branco.

É justamente por isso que o redesign do Instagram manteve apenas os traços que remetem a câmera (pena que finalizado com esse gradient infeliz [que, aliás, todos já superaram, né?]).

Procure respostas no passado (7)

Rebrand COMPLETO do KFC é implementado sem se importar com o "cabeção". 16
Tenho boas ressalvas contra o rebrand do KFC, mas ele é um exemplo de como fazer um redesign sem perder sua história.

Em toda identidade visual do KFC, você irá encontrar referências que remetem aos primeiros dias do fast food – porém agora refinado, 100% adequado aos dias atuais.


Sou obrigado a relembrar: uma marca não é um logo, mas uma promessa! E é justamente o não conhecimento desse conceito que gera os logotipos de 50 reais.

Apenas quando você lembra do branding, como vimos no Sobre fazer a melhor marca da sua vida, que você realmente poderá fazer a marca perfeita para seu público-alvo!


Junte-se aos mais de 1000 designers em nossa lista

Presentes e Inspiração de Graça! ♥

* indicates required
Comentários
Show Buttons
Hide Buttons