Conheça a Heráldica da Duquesa de Sussex [CASE]

Romário Eichlig

Romário Eichlig

O casamento real entre Meghan Markle e o Príncipe Harry já tem seu primeiro filho: um Escudo de Armas novinho para a Casa de Sussex!

E para evitar confusão:  o Príncipe Harry tem o seu próprio Brasão, diferente do Escudo da Duquesa Markle, como você vê logo abaixo. (Falarei sobre ambos!)

  • Save

O Simbolismo do Brasão de Sussex

O Leão na Heráldica

A Heráldica—estudo de brasões—define que o leão é um símbolo de coragem, realeza e força, e não por acaso a coroa vem em sua cabeça já que “o lei é o rei da selva”. (Também destaco que o Leão é o símbolo bíblico da Tribo de Judá, o que traz um ar de espiritualidade à casa real.)

Essa pose em que o animal aparece levantado como em um ataque se chama Leão Rampante (Lion Rampant), exaltando todo o ímpeto guerreiro da Casa de Sussex. Uma detalhe interessante é que o leão tem um colar com 3 pedras vermelhas, que é uma referência a falecida Princesa Diana.

Note também que há outros leões além do principal: isso ocorre porque o Príncipe vem de uma linhagem onde diferentes famílias também tinha leões em seus brasões, que é o grande clichet da Heráldica.


A Harpa Heráldica

  • Save
O Rei Davi tocando Harpa em louvor

A Harpa é um simbolismo de que também há justiça e temperança na Casa de Sussex, amenizando toda a agressividade que o Leão denotaria se estivesse sozinho.

Uma forma de fazer esse link é pensar nos vários coros e pinturas religiosas onde anjos tocam harpas, fazendo dela uma espécie de intermediária entre o céu e a terra.


A Despedida do Unicórnio

  • Save

O Unicórnio era considerado uma das feras mais perigosas do mundo animal por ser a própria personificação dos instintos animais, por isso ele foi adotado pelo Reino da Escócia (hoje parte do Reino Unido).

Embora algumas pessoas confundam as correntes em seu corpo como uma espécie de dominação da Inglaterra sobre os Escoceses, a verdade é que essa representação é comum já que “um unicórnio é feroz demais para estar solto”. (É como se as correntes mostrassem que esse unicórnio não é uma besta implacável que assolaria até mesmo o próprio povo.)

Outra forma de acalmar um unicórnio é com a ajuda de uma jovem virgem (como na pintura), mas esse tipo de gente é tão difícil de achar que os Ingleses preferem garantir usando correntes de ouro bem firmes! Hahaha


O Pássaro da Duquesa

  • Save

Embora todo mundo tenha notado o Songbird da Duquesa Meghan, poucos parecem ter notado que há um pequeno animal vermelho entre os leões à esquerda.

Me pareeeece se tratar de uma salamandra, que repete todo o clichet de “coragem e blá blá blá”, mais o adicional de lealdade, imparcialidade e até mesmo proteção já que ela é um símbolo de Jesus Cristo. (As salamandras são conhecidas como lagartos em chamas [alô, Charmanader!] , lembrando o batismo de Jesus no fogo do Espírito Santo.)

Já o pássaro em si é algo inesperado: os casamentos reais geralmente trazem aves mais agressivas como as águias, porém a duquesa escolheu um pássaro comum ao qual ela deu a virtude da comunicação, simbolizando seus anos de ativismo.

O mesmo é válido para as 3 penas do escudo—que tradicionalmente simbolizariam serenidade e obediência (o que não seria apropriado para uma feminista)—com o adicional de “poder das palavras”, lembrando os atos diplomáticos escritos com canetas à pena.

Note que o pássaro está erguido e abre as suas asas à altura da leão, mostrando que ele tem mais a oferecer do que uma bela retórica. Sua coroa dourada mostra que a Duquesa tem tanto poder quanto o Príncipe Leão (teoricamente) , o que reforça a negativa da Duquesa Meghan de obedecer ao seu Marido durante os votos de casamentos.


Observações & Frustrações

  • Save
Esse enorme background e as 2 faixas douradas remetem ao maravilhoso céu ensolarado da Califórnia, assim como as flores à base são características do estado. (sendo conhecidas como Poppy).

Tudo vai bem até você notar que o passarinho está morrendo sufocado pela coroa pesando sobre seu pescoço, o que gerou controvérsias internet afora!

Porém vale lembrar que esse é o padrão quando o Escudo de Armas é de um Duque (o mesmo ocorre com o Brasão da Kate Middleton)—logo o problema não está na posição da coroa, mas no desenho em si.

Todo esse sofrimento caiu como uma luva para os críticos do casamento, que rotularam como hipocrisia a união entre o tradicionalismo real britânico e o ativismo feminista da Duquesa Meghan… A RJP (que assina a obra) vacilou feio aqui!

Note também que o Leão parece estar full pistola, e provavelmente também é porque ele está sendo enforcado pelo colar da Princesa Diana! (Eu não sabia que a “falta de ar da paixão” chegava a extremos como esses.)

Outro incômodo é a simplicidade das referências à Califórnia, que só podem ser compreendidas caso alguém te explique os conceitos… Dava para aproveitar mais da cultura local, conhecida pelos seus ursos, histórias de Velho Oeste e etc. e etc…

No geral, a “Marca da Duquesa” é bastante significativa, mas esses pequenos furos de roteiro dão a impressão de um casamento que acabará em bastante sofrimento! Hahaha

E você, o que achou do Brasão da Duquesa Meghan Markle? 😀

  • Save

Receba presentes e inspiração sem qualquer custo!

  • Save
CASE] via @https://br.pinterest.com/tempocerebral/”/>
Romário Eichlig

Romário Eichlig

Criador do Temporal e formado em Industrial Design pela University of West Florida & UNESA.
Especializações em Branding, Marketing e Psicologia Social.

Comentários

Recomendados:

O Temporal Cerebral é um blog de design gráfico, branding e criatividade em geral que aborda os melhores projetos e estudos do mundo para te tornar um profissional cada dia melhor.

Projetado com o Elementor

Close Menu
21 Shares
21 Shares
Share via
Copy link