Criança morre por causa de embalagem de biscoito da Cadbury

Shares

O Design Gráfico mal pensado pode sim trazer riscos à vida alheia, e a mais nova prova disso é a morte da australiana Isabel Marrero (de apenas 9 anos) que morreu por choque anafilático induzido ao comer o Cardbury Chocolate Chip.

O problema é que a jovem Marrero era alérgica a ovos e por isso ela não comia o Chocolate Chip, mas sim o Cadbury Choc Centred — que tem como recheio chocolate em vez de ovos… E o que o design tem a ver com isso?


Design Minimamente Diferente

O problema me lembra bastante aquele caso da eleição que o George Bush ganhou por causa de um erro de design, no qual um detalhezinho induziu centenas de eleitores a votarem no Bush em lugares onde sua derrota era certa.

Note que a única diferença entre as duas embalagens é uma pequena faixa roxa (ou laranja) com o nome do produto, além de um filetizinho marrom mostrando o recheio do produto — tão discreto que certamente centenas de pessoas já erraram na hora de comprar, mas felizmente elas não tinham a alergia da jovem Marrero.

Note que nem a visão lateral do Chocolate Chip ajuda na identificação

O caso me lembrou das várias vezes que comprei coisas por engano no mercado — drama comum de quem faz as próprais compras — além daquele erro de diagramação do bilhete do Oscar que também era só um detalhe bobo.


Posição da Cadbury

Tirei 10 minutinhos no Ps pra mostrar que só mudar a cor um pouco ajudaria muito

A Cadbury prometeu que revisará o design das embalagens, adicionando diferentes cores e descrições aos pacotes para garantir que o sabor será identificado num piscar de olhos.

Porém há um problemaço: estamos falando de uma produção intercontinental e em escala industrial, logo os novos Cadburys não chegarão às gôndolas australianas tão cedo.

E não, aparentemente a Sra. Helen Marrero (mãe da Isabel) não irá processar a Cadbury já que o erro foi dela, porém fica um alerto da própria:

Por favor, sempre leia os ingredientes dos produtos que você compra mesmo que os consuma há anos.

Mãe da Isabel

Eu não sou do time pró-regulamentação do design (já fui, porém aprendi que confiar no estado brasileiro é dureza), porém não se pode negar que esse caso é uma prova cabal que o design mal executado pode sim trazer riscos à sociedade.

Que esse triste ocorrido sirva de exemplo para quem acha que somos meros artistas que brinca de desenhar…

Shares

Junte-se aos mais de 1000 designers em nossa lista
* indicates required
Romário Eichlig

Romário Eichlig

Criador do Temporal e formado em Industrial Design pela University of West Florida & UNESA.
Especializações em Branding, Marketing e Psicologia Social.
https://www.linkedin.com/in/eichligromario

Comentários

Recomendados:

Close Menu
Shares