Onde fã ativo detona bloqueio criativo!

Diretora da Adobe dá 5 lições para se destacar como Designer Gráfico

667

A tal Diretora Senior da Adobe é a Jamie Myrold, que há 11 anos vem trabalhando em grandes projetos dentro da Adobe e – para a nossa sorte –, decidiu compartilhar seus “segredos de carreira” com a gente!

Daqui em diante, você estará lendo a entrevista da de Jamie (exceto que estiver entre * *); agora aproveite os ensinamentos!


Como profissionais de outras áreas, o designer tende a cair em um determinado trajeto de carreira:

Se o seu primeiro trabalho for numa companhia de software, é provável que o próximo emprego também seja. Caso comece numa ONG, é provável que você acabe em outras – exceto, é claro, quando você decide tomar escolhas deliberadas.

Os desafios de carreira a serem resolvidos variam de designer para designer, e de empresa para empresa, mas as seguintes dicas de carreira cobrem a maior parte desses problemas:

1. O bom designer faz perguntas, e sem medo

Um job é um só um job, mas uma carreira é um desafio de design.

A primeira habilidade que um designer precisa ter é a confiança para fazer perguntas.

Não há problema em não saber tudo, e inclusive é até bom que não saiba, pois isso te deixará mais aberto a questionamentos.

Sim, perguntar pode ser difícil (ainda mais quando você está rodeado de pessoas de hierarquia superior), mas se manter em silêncio é tão ruim quanto).

E isso é evidente em vários casos: se te chamam para uma reunião ou brainstorm, é porque estão contando com a sua ajuda. E a única maneira de você ajudá-los é se livrando das suas dúvidas ao longo do processo.

*Afinal, como você conseguirá criar o melhor logotipo da sua vida se você não entender o seu cliente e negócio por completo? *

2. Tome a liderança sempre que você puder

* Não, não é para tentar puxar o tapete de ninguém! Atenção: *

Já ouviu falar de alguém que trabalha duro e nunca é promovido, mas o mesmo não ocorre com companheiros de trabalho? É contraditório, mas muito comum na carreira como designer gráfico *(e qualquer outra)*.

As vezes até parece que esses companheiros nasceram com um carisma e liderança inatos, como se fossem destinados ao sucesso, mas uma boa notícia: boa parte do que leva um designer ao sucesso pode ser aprendido (inclusive por você)!

Para se tornar um grande designer, é necessário se promover: seja escrevendo em um blog (oi!), participando de concursos ou simplesmente se envolvendo em grandes projetos – e isso é mais fácil do que parece.

Muitos profissionais acabam trabalhando para ONGs, por exemplo. * Eu mesmo trabalhei para uma think tank da ONU e não foi nada difícil conseguir a vaga. *

Também é importante buscar oportunidades de treinamento e aperfeiçoamento. Isso porque, diferente de quem passa por MBA, designers geralmente aprendem liderança trabalhando * (e, infelizmente, muitos não sabem como sequer aproveitar essas chances de aprendizado). *

Então se a sua empresa te der oportunidades de ensino (como cursos), caia dentro. E caso não dê, relaxe: a internet está cheia de artigos de design e, até mesmo, cursos de design (como os do edX.org ).

Ah, e o melhor: muito desse conteúdo é 100% gratuito!

11 características do designer moderno que VOCÊ precisa ter! 2

► DICA: As 11 características essenciais de um designer moderno [INFOGRÁFICO] ◄

3. Seja o Evangelista de Design na sua empresa

Nem todas empresas apoiam o “modo designer de pensar”, e se você estiver em uma dessas, você tem dois problemas a resolver:

  • Fazer designs bons e lucrativos;
  • Fazer os líderes entenderem a importância do design para a empresa.

As vezes a empresa sabe que o site dela não tá dando lucro, ou que seu app está sendo mal usado, mas mal sabem quem procurar para resolver isso – ou seja, não sabem que VOCÊ pode resolver isso!

Nesses lugares, você tem que se tornar uma espécie de evangelista do design gráfico, aumentando o prestígio da nossa carreira entre seus parceiros de trabalho e superiores.

Eu mesma vi muita gente que foi contratada para ser um mero designer e acabou liderando um departamento inteiro, e todos que conseguiram tinham 3 coisas em comum:

  • Uma vontade natural de resolver problemas;
  • A determinação para melhorar os processos;
  • Um desejo genuíno de se conectar com todo mundo da empresa.

4. Faça amigos fora do setor de design

Geralmente, o designer se mantém na dele, alheio a todas oportunidades ao seu redor.

As boas oportunidades dificilmente se revelarão magicamente para você: é seu trabalho caçá-las, fortalecendo seu networking por toda a organização.

Ao ensiná-los o processo de design e como ele pode impactar a empresa estrategicamente, o designer pode criar “excitação” por todos os times – pois o quanto mais você envolve as pessoas, mais elas se importam com seu trabalho.

Comece se aproximando dessas pessoas aos poucos, procurando aquelas que parecem realmente apreciar o que você faz: esses são os mais propensos a advogar a favor do design.

Ah, e inclua-os em seus desafios de design: isso pode ser feito através de reviews e pedidos conselho (não os de “aumenta o logo” #huehue). Embora muitos menosprezem os “leigos”, são justamente eles que podem te ajudar a resolver um problema técnico ou comercial, por exemplo.

E, é claro, o quanto mais respeitada essa pessoa for na empresa, mais respeitado você pode vir a ser! * (só cuidado para não parecer interesseiro, hein) *

5. Persiga problemas interessantes

O que acontece se um designer tenta promover a prática do design, mas não tem nenhum progresso?

Ele deve se perguntar se há problemas melhores a serem resolvidos. E a resposta sempre depende do quanto você acredita no projeto, empresa ou produto, para o qual você trabalha.

Ter um senso de orgulho no seu trabalho gera a energia essencial para vencer obstáculos, logo, se a sua empresa não vende algo com o qual você se importa, talvez você nunca fará alguma diferença na empresa.

Talvez essa seja a hora de procurar outra vaga, ou até mesmo começar seu home office – afinal, hoje em dia, há oportunidades para designers em todos os lugares.

* E se você estiver com medo de cair fora (afinal, estamos em crise), tente usar seu tempo para afiar a sua carreira em vez de assistir Netflix! *

E agora, o que você fará da sua carreira como designer?

Curtiu alguma dica específica e pretende aplicar alguma? Tem alguma dica indispensável de como se tornar um designer de sucesso? Por favor, fale pra gente nos comentários agora mesmo! ♥

VIA FastCo

Junte-se aos mais de 1000 designers em nossa lista

Presentes e Inspiração de Graça! ♥

* indicates required
você pode gostar também
Comentários
Show Buttons
Hide Buttons