Os comerciais do Super Bowl 49!

Romário Eichlig

Romário Eichlig

Like a Girl
  • Save
#AlwaysLikeaGirl

Ontem, dia 1, foi o grande Super Bowl, a final do futebol americano! Embora seja um esporte americano (por essa vocês não esperavam), o Super Bowl é o segundo maior evento esportivo do mundo (perdendo apenas para  UEFA), e isso resulta nos comerciais mais caros do mundo: para anunciar tua padaria nos intervalos, você terá que pagar uma média de 25 milhões de reais por apenas 1 minuto de publicidade!

Os comerciais são frequentemente os melhores! Como introdução, veja este comercial da Budweiser, que emocionou a todos em 2014:

Este ano, a Budweiser apostou novamente na ideia, embora não tenha sido tão bom, e você pode conferir clicando aqui.

Mas o grande comercial da vez é o da P&G, chamado “Always #LikeAGirl”. Esta expressão, fazer as coisas “como uma garotinha”, é extremamente comum no USA, assim como é aqui pelo Brasil. Confira-o, legendado:

O comercial deixa claro como a expressão é preconceituosa e nos lança a pergunta “Quando ‘como uma garota’ virou um insulto?”, simplesmente colocando adultos e crianças para fazerem as mesmas coisas, mostrando uma discrepância clara entre a expressão e a realidade!

A P&G fez 70 mil pessoas University of Phoenix Stadium aplaudirem de pé, terminando com a mensagem “reescreva as regras”!

Super Bowl Blackout
  • Save
Apagão Chevrolet

Mas o que me fez aplaudir ainda mais foi a Chevy, a Chevrolet, se aproveitando de um problema do Super Bowl de 2013, quando houve um preto-fora (blackout) que atrasou o evento e deixou milhões de expectadores desesperados para assistirem o jogo! Confira:

O comercial simula uma queda da transmissão (na hora doeu no meu coração) e pergunta: “o que você faria se perdesse a transmissão?”

Qual é a resposta? O novo Chevrolet Colorado traz Wi-Fi 4G integrado, permitindo assistir um stream do jogo dentro do carro… onde estão seus apagões agora, Dilma?

Bode AT&T
  • Save
Sprint pede desculpas por 2014

Esse comercial me deixou boquiaberto: você provavelmente sabe que há menos limites na publicidade americana: você pode esculachar sua concorrência, desde que não haja difamação… e foi assim que a Sprint, uma companhia telefônica, humilhou as concorrentes AT&T e a Verizon!

Ano passado a Sprint comparou as concorrentes a um bode hilário, mostrando como a reagiriam ao ver como a Sprint é mais barata… já esse ano, a Sprint pediu desculpas as “queridas AT&T e Verizon” dizendo que só são caras demais, por isso diminuirão as contas de quem mudar de operadora em 50%, o que faz delas burros!

E para terminar, a A BBC nos deixou algumas curiosidades acerca do custo publicitário do Super Bowl: com o valor de 1 minuto, você poderia comprar 15.517.241 latas de Budweiser, ou 213 BMWs i3 – mais ou menos o mesmo valor que uma BMW de 85 aqui no Brasil!

Acabou, mas se você quiser ver outros grandes projetos, por favor:

Cadastre seu email e receba os melhores posts!

  • Save
Romário Eichlig

Romário Eichlig

Criador do Temporal e formado em Industrial Design pela University of West Florida & UNESA.
Especializações em Branding, Marketing e Psicologia Social.

Comentários

Recomendados:

O Temporal Cerebral é um blog de design gráfico, branding e criatividade em geral que aborda os melhores projetos e estudos do mundo para te tornar um profissional cada dia melhor.

Projetado com o Elementor

Close Menu
0 Shares
Share via
Copy link